Djaimilia Pereira de Almeida nasceu em Luanda em 1982 e cresceu nos arredores de Lisboa. É doutorada em Teoria da Literatura pela Universidade de Lisboa. Em 2013, foi uma das vencedoras do prémio de ensaísmo serrote (Instituto Moreira Salles, Brasil). No mesmo ano, fundou com Humberto Brito a revista Forma de Vida, que dirigiram até 2016. Publicou em Buala, Common Knowledge, Diacrítica, Forma de Vida, GrantaGranta Portugal, Ler, Observador, Pessoa, Quatro cinco um, serrote, Somos Livros, Words Without Borders, e XXI. No início de 2016, foi uma das finalistas da Rolex Mentor and Protégé Arts Initiative. É autora de um romance, Esse Cabelo (Teorema, 2015), vencedor do Prémio Novos - Literatura 2016, e de Ajudar a cair (FFMS, 2017), um ensaio sobre um Verão na vida dos residentes do Centro Nuno Belmar da Costa. 

Djaimilia Pereira de Almeida was born in Luanda in 1982 and grew up in Lisbon. She obtained a PhD in Literary Theory from Universidade de Lisboa. In 2013, she was one of the recipients of serrote's essay prize (Instituto Moreira Salles, Brazil). In the same year, she co-founded the online journal Forma de Vida with Humberto Brito. Her writing has appeared in Buala, Common Knowledge, Diacrítica, Forma de Vida, Granta, Granta Portugal, Ler, Observador, Pessoa, Quatro cinco um, serrote, Somos Livros, Words Without Borders, and XXI. In early 2016, she was a finalist of the Rolex Mentor and Protégé Arts Initiative. She is the author of a novel, Esse Cabelo (Teorema, 2015), winner of the Novos Prize - Literature 2016, and of Ajudar a cair, an essay on a summer in the life of cerebral palsy patients at Centro Nuno Belmar da Costa.