ultimamente










Coro Gulbenkian, Os dias mais longos e os mais curtos.






Os dias mais longos e os mais curtos, com Eugene Birman, FCG, 2022.
Ponto d’Orvalho, com José Pimentão, 2022.
Oficina na Brotéria, Ficção a partir de imagens, 2022.
Read Your Way Through Lisbon, The New York Times, 2022.
Maremoto por Vamberto Freitas, no Açoriano Oriental, 2022.
A Visão das Plantas, no Neue Zürcher Zeitung, 2022.
Bin ich eine schwarze Autorin? Ensaio no Neue Zürcher Zeitung, 2022.
Questi Cappelli por Igiaba Scego, no Corriere della Sera, 2022.
Escritores lêem o mar: Djaimilia lê Os Pescadores, Público,
2022.
Lançamento da Serrote 41, conversa com Stephanie Borges, 2022.
Djaimilia sobre Lugares, Quarta capa, podcast da Todavia Livros, 2022.
Djaimilia na Turma da Mónica, 2022.
Benedetti Capelli - Incontro con Djaimilia Pereira de Almeida, Chiasso Letteraria, 2022.
Livros de formação. Livraria Megafauna, 2022.
Lançamento de Esse Cabelo (Todavia, 2022), com Itamar Vieira Júnior e Leandro Sarmatz, 2022.
Fotolivro de cabeceira, Biblioteca de Fotografia, Instituto Moreira Salles. Ma Vie Va Changer, de Patrícia Almeida e David-Alexandre Guéniot, 2021.
Testemunho, Mostra Tudo o que eu quero — Artistas portuguesas de 1900 a 2020, Curadoria: Helena de Freitas e Bruno Marchand, FCG, 2021.
Flip 2021, Conversa com Elif Shafak (mediação de Mirna Queiroz), 2021.
Conversa com Paulo Werneck. Podcast Cruzamentos Literários. Leituras de Veronica Stigger, 2021.
Flip 2021, com Elif Shafak e mediação de Mirna Queiroz, na Folha de S.Paulo,
2021.
Um momento com Djaimilia Pereira de Almeida. Conversa com Sheila Khan, 2021.
Conversa com José Navarro de Andrade, Vamos Beber um Café e Conversar sobre Isso, RTP2, 2021.
Entrevista a Anabela Mota Ribeiro, Os Filhos da Madrugada, RTP 3, 2021.
Leitura de Luanda, Lisboa, Paraíso. Torre do Tombo. Prémio Oceanos 2019.
The Scream. Granta Magazine, 2017.
Saudades de casa. Ensaio na Revista Serrote [2013], 2022.