uma selecção de leituras académicas recentes de alguns dos meus livros.

a selection of recent scholarly readings of my books.




1. Nazaré Torrão (2017). “Espelho meu, diz-me quem sou e quem poderia ter sido! Uma análise de Esse Cabelo, de Djaimilia Pereira de Almeida”. Exiliance au féminin dans le monde lusophone (XXe – XXIe siècles). Eds. Maria Graciete Besse et al. Paris: Editions Hispaniques. 281-288.

2. Margarida Calafate Ribeiro (2019). “Luanda, Lisboa, Paraíso?”. Buala.

3. Margarida Calafate Ribeiro (2019). “Viagens na Minha Terra de ‘outros’ ocidentais”. Heranças pós-coloniais nas literaturas de língua portuguesa. Eds. Margarida Calafate Ribeiro, e Phillip Rothwell. Porto: Afrontamento. 291-308. 

4. Sandra Sousa (2017). “A descoberta de uma identidade pós-colonial em Esse cabelo de Djaimilia Pereira de Almeida”. Abril – NEPA / UFF, 9 (18), 57-68.

5. Paulo de Medeiros (2020). “Memórias Pós­-imperiais: Luuanda, de José Luandino Vieira, e Luanda, Lisboa, Paraíso, de Djaimilia Pereira de Almeida”. Língua-Lugar: Literatura, História, Estudos Culturais, 1(1), 136–149.

6. Norma Sueli Rosa Lima (2020). “Esse cabelo em Luanda, Lisboa, Paraíso: Djaimilia Pereira de Almeida e a experiência do desenraizamento na tentativa de integração”. RCL | Convergência Lusíada | Rio de Janeiro | v. 31, n. 43 | p.12-24 | jan.-jun. 2020.

7. Sheila Khan (2021). “Cartas, Solidão e Voz para uma Pós-Memória: Maremoto, de Djaimilia Pereira de Almeida”. Abril – NEPA / UFF.13 (27), 125-135.

8. Patrícia Martinho-Ferreira (2021). “‘Algum mulato tem pai?’ Orfandade e identidade em António Lobo Antunes e Djaimilia Pereira de Almeida”. Santa Barbara Portuguese Studies, Volume 6: António Lobo Antunes, p.1-22.

9. Regina Helena Pires de Brito e Ana Lucia Trevisan (2021). “Representações do sujeito subalterno em contextos pós-coloniais: uma reflexão sobre Esse cabelo e Luanda, Lisboa, Paraíso, de Djaimilia Pereira de Almeida”. Verbum, v. 10 n. 2, Dossier Temático: A Escrita Como Recurso Reflexivo na Aprendizagem, no Ensino e na Pesquisa, Setembro, p.142-154.

10. Nicola Biasio (2021). “Diálogo da natureza e um pirata: a ecocrítica por uma perspectiva descolonizadora em A Visão das Plantas de Djaimilia Pereira de Almeida”. Abril – NEPA / UFF, 13 (27), 137-149.

11.Rafaella Cristina Alves Teotônio (2021). “Caderno de memórias coloniais e Luanda, Lisboa, Paraíso: mulheres narram as ruínas do império”. Abril – NEPA / UFF, 13 (27), 151-166.

12. Roberta Guimarães Franco (2021). “A ‘inseparabilidade’ dos trânsitos na obra de Djaimilia Pereira de Almeida”, Abril — NEPA / UFF.

13. Evandro Nascimento (2021). “O não-humanismo dos vegetais: A Visão das Plantas, de Djaimilia Pereira de Almeida”, Revista Pessoa.

14. Bianca Gonçalves (2021). Para uma Filosofia do Cabelo: uma análise de Esse cabelo de Djaimilia Pereira de Almeida. Dissertação de mestrado em Letras, USP.

15. Sandra Sousa (2022). “A figura do pai em Luanda, Lisboa, Paraíso e Purple Hibiscus: uma história de contrastes.” The Africas in the World and the World in the Africas: African Literatures and Comparativism. Ed. Sandra Sousa & Nazir Ahmed Can. Quod Manet.

16. Sandra Sousa (2022). “Reclaiming an Individual Space: the Angolan Diaspora in Portugal.” 21st Century Arab and African diasporas in Spain, Portugal and Latin America. Routledge.

17. Sheila Khan (2022). “Saudade, Solidão e Silêncio em Luanda, Lisboa, Paraíso de Djaimilia Pereira e em Reino Transcendente de Yaa Gyasi”. The Africas in the World and the World in the Africas: African Literatures and Comparativism. Ed. Sandra Sousa & Nazir Ahmed Can. Quod Manet.

18. Ana Gabriela Macedo (2022). “Djaimilia Pereira de Almeida, As Telefones. Homenagem ao ‘género literário da diáspora’”, in Mulheres, Artes e Ditadura. Diálogos Interartísticos e Narrativas da Memória. Orgs. Ana Gabriela Macedo, Margarida E. Pereira, Joana Passos, Márcia Oliveira e Laís Natalino. Braga: Húmus/Cehum, 2022 (17-29).


19. MCCOMBE, E. (2022). The Right to Represent, Reproduce, and Refuse: Memory, Photography, and Postcolonial Ekphrasis in the Work of Djaimilia Pereira de Almeida. Portuguese Literary and Cultural Studies, 353-372.



















Colóquio Internacional

Djaimilia Pereira de Almeida
Desentrelaçar Passados e Presentes

3 de Novembro de 2022

Auditório B0.01 – Complexo Laboratorial
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Organização: UTAD, University of Central Florida, UMinho

Organização
Sheila Khan (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro)
Orquídea Moreira Ribeiro (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro)
Sandra Sousa (University of Central Florida)
Rosa Cabecinhas (Universidade do Minho)